RSS

Arquivo mensal: agosto 2015

Poema 67

image

Mais que a doce brisa
quando beija a tua face
são as palavras dele.
Como passos pequenos e diretos
Desafina sabe-se lá, o romance não parece para ele, cais.
Parece fazê-lo pensar, escolher
sempre a brecha certa como se fosse um cuidado com as daninhas
Se o mistério mora ali, não sei, o encanto pelo sorriso dele de meia lua me fascina, brinca de ser homem, com o coração de menino.
Ensolarado, talvez honrado, a fazer mesmo em pouco tempo linda minhas manhãs.

Lis Almeida

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de agosto de 2015 em Guerra dos Sexos